27/07/2006

Agora vai !

(ó o Bellamy!)

Quando Rafa Benitez assumiu o Liverpool na temporada 2004/2005, eu fui o primeiro a chiar. Não apenas por ele substituir Gerard Houllier, um técnico com o qual eu simpatizava bastante, e que comandou o time na Tríplice Coroa de 2001, mas também porque ele disparou a comprar jogadores espanhóis, como se não houvesse outro país no mundo. E dá-lhe Josemi, Luis García, Morientes, Xabi Alonso, Pepe Reina... Liverpool agora parecia uma cidade espanhola... Piscina de Hígado. E, para piorar, restava a crítica... para que comprar jogadores espanhóis? O que diabos eles já haviam ganho antes?

O resultado foi estranho... um desempenho apenas razoável na Premiership, mas o surreal e histórico título da Champions. Será que a Rafa Revolution ia tornar o time imbatível a médio prazo?

A temporada seguinte viu o Liverpool ser 3o colocado na Premier, a "apenas" 18 pontos do campeão Chelsea. Na Champions, um desempenho bem pior do que o do ano anterior...e desclassificados diante do Benfica, um time ruinzinho de dar dó. E testemunhou a chegada do homem, do mito, da lenda Peter Crouch, outra contratação pra lá de duvidosa.

Eu já estava me desanimando com a temporada atual, quando comecei a ver uma certa competência um pouco maior do Benitez na hora de reformular o time. Livrou-se de Cisse e Morientes, atacantes que não faziam gols. Saiu Hamman, que deixará saudades, mas já estava virando o fio da carreira. Contratou Fábio Aurélio para a lateral-esquerda (o primeiro brasileiro a jogar com a camisa dos Reds), trouxe de volta jovens talentosos, como Diao, Le Tallec e Pongolle – todos promessas da Era Houllier – e trouxe ainda Craig Bellamy, um galês goleador, e, agora, Jermaine Pennant, um meia-direita/winger bad boy, mas muito bom jogador.

As contratações são muito boas, mas delicadas. Pennant e Bellamy, se superarem seus problemas extra-campo, sua fama de jogadores-problema – Pennant chegou a ser preso há cerca de um ano - podem fazer história no time da terra do Echo and the Bunnymen, do Ron Atkinson e do Clive Barker.

Então vou correr aquele risco fatal e vaticinar: este ano dá Liverpool no campeonato inglês! Seguuuuura, Mourinho!

[escrito por Ducci às 14h30]

Vice da Gama

Vice

Eu nem ia postar nada aqui sobre a final da Copa do Brasil, afinal a imprensa já está se encarregando disso. Mas essa não foi uma final qualquer. Por isso mereceu pelo menos uma frase: VICE DE NOVO!!!!!!

[escrito por F.A.R. às 11h41]

24/07/2006

A Nova Era Dunga

(Walt Disney não liberou a imagem, mas também não reclamou)

Absolutamente surpreendente a escolha do Dunga como novo técnico da Seleção Pindorama. Eu defendia sua indicação como auxiliar técnico: alguém (Luxa? Altuori?) para pensar a tática, e ele para usar o chicote. Sua contratação como técnico principal é um tiro no escuro, porém um tiro deveras curioso: pode ser uma bela revolução ou um fracasso total. A distância até a próxima Copa permite esse tipo de ousadia. E a impressão que dá é que teremos uma versão futebolística do Bernardinho do vôlei, ao menos no quesito "esporros". Esperemos mesmo que a nova "Era Dunga" não permita corpo mole.

Boa sorte ao novo chefe, e não farei piadas sobre os anões ou a Branca de Neve.

Quem deve estar bem feliz é o Bebeto hehehehe.

[escrito por Ducci às 19h18]

14/07/2006

Sinal verde para o mercado da bola...

Ainda bem que eu leio meu próprio blog e vi o post do F.A.R. antes de postar um quase idêntico (e a foto que ele escolheu ainda está mais legal que a minha ilustração palha). Mas meu melhor-informado colega blogueiro não comentou uma conseguência importante da decisão da justiça da bota. Treze jogadores da seleção italiana e mais um tanto de craques de outras nacionalidades (Kaká, Vieira, Ibrahimovic, Trezeguet, Nedved) terão que jogar a segunda divisão (ou, no caso dos jogadores do Milan, jogar sem chances reais de ser campeão) ou mudar de clube. O Real Madrid saiu na frente e já anunciou que quer Cannavaro, o melhor zagueiro da Copa, capitão da seleção italiana e da Juventus. Pelo menos neste ano de 2006 os olhos dos milionários clubes europeus devem deixar nossos pobres timecos livres da tradicional debandada de meio de ano...

[escrito por A.L.L. às 20h27]

Futebol é iço aí

JuveMais legal que comentar a rodada do brasileiro (afinal, o meu time perdeu feio) é comentar o que acontece na casa dos outros. Saiu a decisão da justiça sobre o caso de corrupção no futebol italiano. Juventus, Lazio e Fiorentina foram rebaixados para a segundona. O Milan conseguiu ficar na primeira divisão, mas inicia o próximo campeonato com 15 pontos negativos.

Além de rebaixados, os times também iniciarão o próximo campeonato com pontuação negativa. Fiorentina inicia com 12 negativos, Lazio com 7 e a Juve com menos 30, além de perder seus dois últimos títulos.

Imagino, caso a justiça brasileira funcionasse como a de lá, como ficaria o nosso campeonato. Teríamos espaço para vários cenários. O mais interessante seria ver a primeira divisão composta pelos seguintes times:
  • Adesag (AC)
  • Icasa (CE)
  • Serc (MS)
  • Ceilândia (DF)
  • Baraúnas (RN)
  • Imperatriz (MA)
  • Juventus (SP)
  • Ipatinga (MG)
  • Colo Colo (BA)
  • Ypiranga (PE)
  • Noroeste (SP)
  • Treze (PB)
  • Caxias (RS)
  • Coruripe (AL)
  • Criciúma (SC)
  • Brasil (RS)
  • Amapá
  • Mixto (MT)
  • Anapolina (GO)
  • Potiguar de Mossoró

Eu ia assinar a terceirona que ia ser mais legal. Talvez por isso e pela sujerada que rola no nosso futebol seja impossível rolar punição "exemplar". Era mais fácil a CBF inventar uma nova João Havelange e "convidar" Atlético Mineiro, Bahia, Vitória e Guarani de volta para a primeira e ficaria tudo por isso mesmo.

Garçom, manda a saideira e a conta!

[escrito por F.A.R. às 17h24]

Pimba no gorduchinho

Pimba no gorduchinho

Agora que a Copa acabou, o propósito do BigPhillers fica comprometido. Como ninguém tem coragem de comentar o último Vasco x Palmeiras, chegou a hora de empilhar as cadeiras, arrastar as mesas, varrer o chão e fechar o boteco. 

No entanto é preciso desmascara uma farsa antes de passar o cadeado na porta e ir embora. Um dos nossos BigPhillers mais influentes não estava torcendo pra seleção brasileira. Eu deveria ter desconfiado quando ele amarrou os pés do boneco do Roberto Carlos ou quando fazia posts com temas sociológicos, quer agouro maior?

M.L. não entende nada de futebol, queria que a copa acabasse rápido e não sabia que a Alemanha, dona da casa, estava classificada. Só depois de flagrado com a camisa dos anfitriões (foto) desembuchou a verdade: "Pimba na gorduchinha Araquém! Eu torci pela melhor cerveja". Está perdoado...

[escrito por Thelmo El Marrento às 11h52]

11/07/2006

Mortal Headbutt Kombat

ZidaneCoroado como o melhor jogador da copa, ele mostrou até como se joga com a cabeça. Agora é a sua vez de entrar no lugar de Zizou e partir para cima do malvado zagueiro italiano Materazzo Júnior Baiano e acabar com a raça dele.

Cabeceie aqui para derrubar o italiano

Depois desse jogo, vão ter de inserir essa opção de jogada no próximo Wining Eleven!

[escrito por F.A.R. às 16h24]

10/07/2006

Arrivederci

Arrivederci Eu quero sintetizar um
sentimento aqui: Com essa Copa do Mundo, futebol pra mim agora só no
PlayStation.



[escrito por Thelmo El Marrento às 16h06]

Não podíamos deixar de falar deles...

Ok, já que a Copa foi tão ruim assim (veja as colunas dos jornalistas brasileiros e você vai ler que nunca houve um futebol pior no mundo), ao invés de eleger a seleção dos melhores da Copa, vamos eleger a dos piores. O Norman Hubbard saiu na frente e já o fez na Soccernet.com. Brasil e Holanda foram as melhores (?!?) e contribuíram com três jogadores cada, mas até a campeã Itália conseguiu emplacar um na lista. Os piores do mundo são (quase) todos bons de bola e jogam num 4-3-3 bastante ofensivo. Mas que eles foram péssimos na Copa, foram...

Não podia faltar...A seleção da Soccernet:
Fabien Barthez (França)
Christian Zaccardo (Itália)
Khalid Boulahrouz (Holanda)
Goran Gavrancic (S&M)
Roberto Carlos (Brasil)
Frank Lampard (Inglaterra)
Mark van Bommel (Holanda)
Ronaldinho (Brasil)
Michael Owen (Inglaterra)
Ruud van Nistelrooy (Holanda)
Adriano (Brasil)

[escrito por A.L.L. às 15h36]

Seleção Russa


Só para complementar a historinha do Galvão. Jenial!

[escrito por F.A.R. às 12h17]

Adeus à chamada velharia

Com o final da Copa e a derrota da seleção brasileira, vamos poder finalmente dar adeus a alguns dos jogadores que lá estavam encrustados há muito tempo. Cafú, Roberto Carlos, Emerson e possivelmente Ronaldo não jogarão a próxima Copa. Quero ver como será a renovação. É possível que tenhamos uma seleção melhor em 2010, mas é bom sempre ter medo. De onde saiu um Cafú, é capaz de ter outro. De qualquer forma, só de não termos mais de aguentar a dupla Cafú-Roberto Carlos na seleção já é motivo de alegria.

Para completar, só faltava o chamado "mala-sem-alça" Galvão Bueno também pedir aposentadoria. Uma pena. Nesse caso, vamos ter de continuar torcendo por mais uma chamada "queda do cavalo" para que ele se afaste novamente.

[escrito por F.A.R. às 11h59]

Até 2010...

Por mais que, de maneira geral, eu tenha gostado dessa Copa (achei melhor e mais emocionante que a de 2002, por exemplo), sou obrigado a concordar que ela acabou nas quartas-de-final. E não porque, como argumentou nosso colega M.L., o Brasil foi eliminado. Mas porque o futebol foi eliminado ali. Com a exceção da prorrogação de Alemanha x Itália e dos primeiros 20 minutos de Itália x França, o resto das semifinais e da final foi muito chato (disputa de terceiro lugar não conta)...

Tão longe, tão perto...Ontem, depois dos 20 minutos, o que se viu foi a França sem pernas tentando atacar e a Itália com pouco fôlego até para se defender. E, se todo mundo vai passar anos discutindo o que o Materazzi deve ter dito (veja, por exemplo, a matéria da Gazeta Esportiva), prefiro gastar meu tempo elogiando a a cabeçada sensacional de Zidane, a defesa também sensacional de Buffon e guardar como imagem da final o momento em que Zizou passou ao lado da taça de campeão. Por mais que eu goste da Itália, esse teria sido o final de carreira merecido para o melhor jogador do mundo desde que Dom Diego Armando Maradona se aposentou...

[escrito por A.L.L. às 04h47]

07/07/2006

Viva Portugal! Viva o Felipão!!!

Melhor técnico do mundo?Vou discordar um pouco do meu amigo F.A.R. Nunca fui muito fã do Felipão como técnico aqui no Brasil. Tudo bem, o cara foi campeão de muita coisa, mas jogar do jeito que o Grêmio jogava ou escalar Paulo Nunes como "craque do time" não colaboravam para elevar a minha opinião do sujeito. Mas ele saiu do Grêmio e o time continuou dando porrada (ou seja, é o Grêmio quem bate, não o Felipão). O cara foi pra seleção brasileira e fez o Rivaldo jogar bola (sempre foi craque, mas nem sempre jogou bem). E, se os ingleses diziam que qualquer um que fosse técnico da seleção brasileira seria campeão do mundo, a gente acabou de ver que não é bem assim que a coisa funciona...

Mas o maior sucesso do Felipão, com certeza, foi Portugal. E isso, independente do resultado da partida de amanhã. O cara pegou uma geração desprestigiada (com potencial, é claro. Os caras tinham sido campeões do mundo sub-20 e chegado às semifinais na Eurocopa de 2000), manchada pelo fracasso na primeira fase na Copa de 2002, renovou-a e a levou à final da Eurocopa de 2004 e às semifinais da Copa do Mundo de 2006. Como bem lembrou o Norman Hubbard em sua coluna na Soccernet.com, nenhuma outra seleção européia chegou a três semifinais em seis anos...

Pra mim, o brasileiro "Big Phil" Scolari e o holandês Gus Hiddink, que levou duas seleções diferentes às semifinais (Holanda em 1998 e Coréia do Sul em 2002), são os melhores técnicos do mundo hoje...

[escrito por A.L.L. às 14h05]

Só faltam quatro anos...

South Africa 2010E a Weltmeisterschaft ainda nem acabou e já começou o falatório sobre a FIFA World Cup South Africa 2010. A União Européia declarou que irá injetar dinheiro no continente para auxiliar a organização da Copa. Em resposta, a FIFA anunciou pela primeira vez um patrocinador africano (o First National Bank do país-sede) e afirmou que também vai auxiliar "de todas as maneiras" a África do Sul. Mas, para não ficar feio, Joseph Blatter tratou de deixar claro que considera o país "mais do que capaz" de organizar a competição. Para não ficar atrás, o comitê organizador divulgou hoje a logomarca oficial. É isso aí, Brasil! Já começou a contagem regressiva para o hexa...

[escrito por A.L.L. às 13h42]

06/07/2006

Chuteiras sem pátria

Blatter!

Embora as pessoas aqui sejam desligadas de sua pátria mãe gentil, e consigam torcer pelo “bom” futebol mesmo quando ele veste a camisa da seleção inimiga, o resto do país, mesmo quem não gosta de futebol, está se perguntando como pode uma seleção tão boa quanto a nossa acabar naquele fiasco? Porque torcer você pode em qualquer jogo, mas quando é o seu time você fica engasgado se perde, não é só uma decepção.

Mas então, alguns podem apenas se perguntar, ficam angustiados, tentam explicar aos filhos... Mas o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) transformou sua indignação em um projeto de lei para banir de uma vez por todas jogadores “estrangeiros” da seleção. Pela proposta, só gente que joga em clubes brasileiros há um ano pode ser convocado para a seleção, e só técnicos brasileiros podem dirigi-la, com o mesmo requisito. Nessa última peleja, só Rogério Ceni, Ricardinho e Mineiro estariam dentro. A má notícia é que Felipão ficaria de fora também.

Acontece que essa semana a Fifa suspendeu a Grécia exatamente pela mesma coisa, uma lei que regula a CBF deles. O governo grego achou que faltava transparência nas eleições da Ελληνική Ποδοσφαιρική Ομοσπονδία, que aliás recebe grana governamental, e baixou uma lei para deixar a eleição para Ricardo Teixeira de lá mais democrática. Como a Fifa tem uma regra contra isso, suspendeu os gregos pelo princípio de “independência das associações quanto às decisões em cada país”. Resultado? Não só a seleção grega, como o AEK Atenas, Olympiakos e Panathinaikos estão suspensos de competições internacionais.

Como eu sou tão bom de chute quanto o Roberto Carlos, calculo que as chances desse projeto ser aprovado são de nenhum%. Mas isso não impede que as pessoas façam barulho, reclamem ou apoiem o deputado, já que a Câmara tem esse mecanismo legal.

[escrito por M.L. às 18h08]


[ ver mensagens anteriores ]